Minuto Otaku realiza debate sobre “Pokémon do game à ciência”, nesta quinta-feira

A plataforma Minuto Otaku promove, nesta quinta-feira, 1 de abril, das 20h às 22h, a live “Pokémon do game à ciência”, através do Canal Minuto Otaku no YouTube. Organizada pelo Jornal 140 e apresentada pelo jornalista Jorge Massarollo, o programa objetiva realizar entrevistas mensais e bate-papos sobre o melhor da cultura japonesa, animes, mangás e claro, o multiverso Otaku. Nesta edição, Massarollo recebe os pesquisadores André Almo e Vladimir Pedro para debater como o jogo Pokémon levou a uma nova compreensão sobre o cérebro humano.

Crédito: Minuto Otaku.

Portal Minuto Otaku, plataforma especializada em cultura pop asiática, leva inovação e interatividade ao público brasileiro

Via Revista Intertelas

O Minuto Otaku (clique aqui) é a primeira plataforma brasileira que une conteúdos jornalísticos, cursos educativos e uma comunidade interativa sobre cultura pop asiática. O conteúdo produzido pelos colaboradores do portal, alguns deles integrantes de programas de mestrado e doutorado de todo o país, engloba temas variados, como psicologia, cultura, curiosidades, games, meio ambiente e educação. Dessa forma, são elaborados artigos, reviews, podcasts, vídeos e lives aprofundando as discussões sobre o universo otaku. O portal também conta com um catálogo completo de informações sobre os melhores títulos de animes, mangás, doramas e live-actions

Há uma parte do Minuto Otaku voltada para a divulgação de eventos externos e virtuais, sejam eles produzidos pela plataforma ou através de parcerias de divulgação. Também são disponibilizados cursos de formação livre gratuitos e pagos, que podem ser realizados por usuários cadastrados. Outra opção de compra é a loja virtual, que vende produtos artesanais e produzidos de forma independente voltados para o público otaku.

O Minuto Otaku possui uma comunidade interativa onde os usuários podem criar seus perfis com recursos de biblioteca, amigos, grupos, fóruns e gamificação. A proposta é criar um ambiente saudável, livre de discursos de ódio e fake news, permitindo apenas o cadastro de usuários maiores de 18 anos. Segundo Jorge Massarollo, um dos fundadores do projeto, ‘’o portal é a realização do sonho de unir em um único local, a paixão pela cultura-pop oriental, o fascínio pela ciência e a experiência do aprendizado”.

Crédito: Minuto Otaku, divulgação.

Já para a também idealizadora da iniciativa Lorena Mattana “a plataforma veio para unir diversos mundos e culturas. É um portal formado por embaixadores apaixonados que cresceram junto aos seus personagens favoritos, utilizando seu conhecimento para produzir conteúdos de altíssima qualidade aos fãs brasileiros”. Por fim, conforme Rafael Sartori, que coordenador do grupo fundador,‘’desenvolver o Minuto Otaku foi um desafio gratificante de unir paixão dos fãs, sustentabilidade financeira e recursos tecnológicos em uma plataforma diferenciada”.

O portal teve o subsídio do ZionLab, projeto de Satori, site especializado na criação de sites, lojas virtuais, marketplaces e aplicativos. O Minuto Otaku conta ainda com 15 embaixadores que auxiliam na promoção e produção de seu conteúdo.