“Hiroshima e Holocausto Nunca Mais” realiza debate na internet entre sobreviventes do ataque nuclear e do Nazismo

Via Revista Intertelas

Nesta quinta-feita, 14 de maio, às 20h, o Sobreviventes Pela Paz fará um bate-papo ao vivo, pelo seu canal no YouTube entre dois sobreviventes da Segunda Guerra Mundial. São eles: Kunihiko Bonkohara, que testemunhou o ataque nuclear perpetuado pelos Estado Unidos, em 1945, em Hiroshima, no Japão; e Andor Stern, único brasileiro nato que sobreviveu ao Holocausto e presenciou os horrores dos campos de concentração de Auschwitz – Birkenau, construídos pela Alemanha nazista. O evento contará com a mediação do historiador e professor Gabriel Pierin e terá apresentação de Rogério Nagai, idealizador do projeto, que hoje leva o nome de “Hiroshima e Holocausto Nunca Mais”.

Crédito: Facebook Sobreviventes pela Paz.

O projeto Sobreviventes Pela Paz deu origem a peça documental Os Três Sobreviventes de Hiroshima, que traz ao público histórias e depoimentos de três cidadãos japoneses, que estavam na cidade durante o lançamento da bomba nuclear. Fazendo uso de técnicas do teatro documentário, ou teatro de não-ficção, o evento utiliza-se de documentos, fatos e memórias como fontes primárias para a sua elaboração.

Tal forma teatral surgiu na Alemanha, em 1925, com o dramaturgo Erwin Piscator, após a sua participação na Primeira Guerra Mundial. Assim, três sobreviventes da bomba atômica narram suas experiências e memórias. Neste ano, a iniciativa foi reformulada e vai promover a interação entre os sobreviventes de Hiroshima e um do Holocausto, que ao contarem suas histórias, buscam provocar uma reflexão no público, no intuito de propagar uma conscientização política em favor da paz.