Companhia Hybe, do BTS, revela Museu Musical dedicado aos fãs e artistas

Crédito: Asia On.

Via Koreapost

Hybe, a potência do K-pop por trás do BTS, Seventeen e Enhypen, abriu o que chama de “museu da música” para seus artistas e fãs em sua nova sede no centro de Seul. O local de 4.700 metros quadrados espalhados por dois andares de subsolo, possui telas gigantes que mostram uma seleção rotativa de vídeos de seus artistas, bem como souvenirs da produção musical e objetos diversos que ajudaram a criar a potência do K-pop.

Uma prévia do Hybe Insight na quarta-feira começou com uma entrada através de uma série de molduras retangulares de luz que iluminaram um corredor escuro enquanto sons futuristas fluiam ao fundo. A curta caminhada levou a um espaço de exposição chamado “Innovative Sound”. Um guia no local explicou que o espaço de exposição é um dos três espaços no subsolo que usam som, movimento e história para explicar a música de Hybe.

O local foi decorado com animações, instalações e vídeos com produtores e artistas musicais do gigante do K-pop. Um vídeo, por exemplo, mostra os produtores Pdogg e Bumzu, afiliados aos selos Hybe Big Hit Music e Pledis, respectivamente, falando sobre sua filosofia musical. Vídeos gravados com câmeras de 360 ​​graus permitem que os visitantes naveguem por vários estúdios pessoais dos artistas com Pdogg e Bumzu, e RM, Suga e J-hope do BTS.

Museu de música no centro de seul dedicado aos fãs e artistas da hybe. Foto: hybe insight

Outro recurso interativo permite que os visitantes experimentem o gosto de ser um produtor musical, adicionando ou removendo camadas de som de canções de sucesso de Hybe, como “Bet Bet” do Ike do Nuest e “Fake Love” do BTS. Em contraste com o primeiro setor que se concentra no som, os outros dois setores no andar inferior giram em torno dos aspectos visuais da produção musical.

Telas gigantes mostram alguns dos artistas da companhia dançando em frente a telas decoradas de forma simples para que o público possa se concentrar exclusivamente na coreografia. Enquanto isso, gravações de bastidores de estúdios de dança mostram os cantores ajustando seus movimentos de dança, enquanto fones de ouvido e microfones que músicos Hybe – como Jimin do BTS e Vernon of Seventeen – usaram durante suas apresentações também estão em exibição.

Obras gráficas inspiradas nas letras de canções Hybe, como o megahit BTS “Dynamite”, bem como livros como “Art of Loving” de Erich Fromm, “Jung’s Map of the Soul” de Murray Stein e o romance de maioridade “Demian” também estavam em exibição. Os três livros são conhecidos por terem inspirado os álbuns do BTS “Love Yourself”, “Map of the Soul: Persona” e “Wings”.

Esta foto, fornecida por hybe insight, mostra o museu de música no centro de seul dedicado aos fãs e artistas de hybe.

Antes que os visitantes sigam para o andar superior, eles entram em uma câmara cheia de telas imersivas e uma parede de troféus de 8,5 metros que exibe todos os troféus ganhos pelos músicos da Hybe. Um vídeo de sete minutos narrado pelo cantor Lee Hyun leva os visitantes pela história da empresa e seus momentos marcantes. O andar superior, por sua vez, se afasta da música e mostra uma variedade de objetos e obras de arte que foram inspirados na música da Hybe. A empresa disse que planeja realizar exposições especiais com artistas visuais daqui e do exterior.

Para sua primeira exposição especial, a Hybe colaborou com o artista taiwanês americano James Jean, conhecido por suas pinturas e ilustrações poéticas e míticas. Jean trabalhou em uma pintura gigante intitulada “Garden”, inspirada na música do BTS “The Truth Untold”. Sete figuras totêmicas que lembram os integrantes do BTS também estão entre as obras de Jean em exibição.

Esta foto, fornecida por hybe insight, mostra uma obra de arte do pintor james jean em exibição no museu de música no centro de seul dedicado aos fãs e artistas de hybe.

O restante do piso superior permite aos visitantes vivenciar a música através de diferentes sentidos, como luz, vibração e cheiro. Um cômodo, por exemplo, está vazio, exceto por flores e decorações verdes penduradas no teto, enquanto um perfume inspirado na música “Euphoria” do BTS preenche o espaço.

Trajes e acessórios que BTS e Seventeen usaram também são exibidos. A exposição termina com um vídeo de 10 minutos de músicos da Hybe falando sobre música e vida. Por meio de telas instaladas em todas as paredes de um quarto escuro, eles falam sobre como foi estar separados de seus familiares e amigos para treinar ou a agonia de se comparar a pessoas mais talentosas.

Os visitantes podem baixar guias de áudio de algumas de suas celebridades favoritas – como rm do bts, so-won do gfriend e jung-won do enhypen – por meio de um aplicativo móvel. Foto: hybe insight

Eles, no entanto, chegam à conclusão de que existem por causa de seus fãs e os agradecem por estarem sempre presentes. Suga, membro do BTS, observa que ele “canta para aqueles que ouvem minha música” e promete continuar cantando até que “mais e mais músicos venham, tendo ouvido nossa música”. O Hybe Insight abriu para o público oficialmente em 21/05. O local funciona de terça a domingo, com ingressos disponíveis online.

BTS é indicado em 4 categorias no Billboard Music Awards 2021

BTS. Crédito: https://www.purebreak.com.br/

Via Koreapost

O BTS conquistou indicações em quatro categorias – o maior número para as superestrelas do K-pop – no próximo Billboard Music Awards 2021 marcado para este mês. Os sete integrantes foram nomeados nas categorias Melhor Duo / Grupo, Melhor Artista de Vendas de Músicas, Melhor Artista Social e Música Mais Vendida do ano no BBMAs, programado para ocorrer em 23 de maio (horário dos EUA), de acordo com a Billboard.

É o maior número de nomeações para o BTS desde que o grupo foi nomeado pela primeira vez a Melhor Artista Social em 2017. Este ano, o grupo recebeu sua primeira indicação para Canção Mais Vendida e Melhor Artista de Vendas de Músicas. Para a música mais vendida, o megahit do BTS “Dynamite” competirá com “I Hope” de Gabby Barrett com Charlie Puth, “WAP” de Cardi B com Megan Thee Stallion, “Savage” de Megan Thee Stallion e “Blinding Lights” de The Weeknd.

“Dynamite”, uma faixa animada de disco-pop lançada em agosto, é uma das canções mais históricas do grupo. Tornou-se a primeira música de um artista pop coreano a chegar ao topo da Billboard Hot 100 e reinou no primeiro lugar por três semanas. Ela também rendeu ao BTS sua primeira indicação ao Grammy. O BTS vai competir com Justin Bieber, Megan Thee Stallion, Morgan Wallen e The Weeknd na categoria Melhor Artista de Vendas de Músicas.

O BTS também está de olho em sua quinta vitória consecutiva na cateagoria Melhor Artista Social. O grupo foi indicado junto com outros artistas de K-pop BLACKPINK, Seventeen, bem como Ariana Grande e SB19 nesta categoria que é votada pelos fãs. O grupo, entretanto, ganhou sua terceira indicação consecutiva para Top Duo / Grupo, na qual competirá com AC / DC, AJR, Dan + Shay e Maroon 5. BTS venceu a categoria na premiação de 2019.

O BBMAs deste ano – baseado em paradas compiladas entre 21 de março de 2020 e 3 de abril deste ano – irá ao ar pela NBC no Microsoft Theatre em Los Angeles. A curiosidade é se BTS fará sua primeira apresentação do single “Butter” na premiação. O segundo single em inglês do grupo será lançado em 21 de maio.

O BTS está na lista da Esquire sobre as 10 melhores bandas de todos os tempos

Via Koreapost

O grupo BTS, a sensação do K-pop, está na lista da Esquire, revista masculina estadunidense, sobre as “10 melhores bandas pops de todos os momentos”. Em 30 de janeiro, a Esquire anunciou que o BTS estava fazendo parte desta lista, a qual inclui bandas como os Beatles e Queen. Ao apresentar o grupo de sete integrantes, a revista diz: “Com uma fanbase descrita de maneira apropriada como ‘ARMY’, o amado septeto do BTS redefiniu rapidamente as boy bands, fandoms e a própria música pop“.

Crédito: Poshmark.

É indiscutível que o BTS seja a vanguarda, um dos grupos a abrirem as portas e serem os pioneiros para sucesso mundial incomensurável do K-Pop“. A Esquire acrescentou: “Os sucessos deles, como ‘Dynamite ’e‘ Life Goes On ’oferecem uma mistura de pop, hip-hop, disco e R&B, com melodias cativantes que costumam ser acompanhadas de letras baseadas em assuntos sociais”. Na lista das 10 bandas top, além de estarem junto com os Beatles e o Queen, também estavam os Supremes, um trio de R&B que serviu de modelo na vida real para o filme “Dreamgirls”, ABBA da Suécia, Beach Boys, Fleetwood Mac, Sly e Family Stone , The Temptations and Destiny’s Child, o grupo feminino de Beyoncé.

Coreano é a segunda língua que mais cresceu no Brasil!

Por Gustavo Balducci – Via Revista Capricho

Depois de conquistar as premiações mais badaladas da música pop ocidental e estabelecer sua posição nos charts e rádios, o impacto do K-pop já ultrapassou também as barreiras do idioma. Inspirados pelo som, milhares de fãs estão se dedicando a aprender a língua coreana.

De acordo com o Duolingo Language Report, um relatório anual sobre o aprendizado de idiomas no mundo, o coreano foi o segundo idioma que mais cresceu tanto no Brasil, como nos outros países e está em sétimo lugar nos idiomas mais estudados no planeta! Ainda segundo o relatório, as principais motivações dos alunos são cultura e viagem e estão diretamente relacionadas com a influência da cultura coreana.

Esse aumento da busca pelo idioma também está somada ao sucesso dos K-dramas, que são as séries de TV disponíveis em serviços de streaming no Brasil, e de filmes como Parasita, que ganhou quatro Oscar em 2020, incluindo o de melhor filme. No ano passado, o grupo BTS lançou seu próprio curso através do Learn Korean With BTS, um projeto gratuito em que os fãs podem aprender coreano com uma ajuda especial do septeto.

Crédito: BTA divulgação/Capricho.

Todo o material foi preparado cuidadosamente pelo professor Heo Yong, da Universidade Hankuk de Estudos Estrangeiros, e também por pesquisadores da Korean Language Institute. As videoaulas utilizam trechos do reality idol Run BTS!, da série Bangtan Bombs, entre outras aparições do grupo na TV. “O material foi projetado para tornar o aprendizado mais fácil e divertido para fãs globais que têm dificuldade em apreciar a música e o conteúdo do BTS devido à barreira do idioma”, disse o CEO da Big Hit em um comunicado. O curso já está disponível aqui.

No Brasil, também existem instituições que oferecem o curso do idioma, como o Centro Cultural Coreano e a Embaixada da República da Coreia. E para aqueles que desejam compreender melhor as músicas em alta no momento ou assistir a séries e filmes sem legenda, o Duolingo possui um curso gratuito para falantes de inglês no seu aplicativo. 

Coreia estuda serviço militar diferenciado para celebridades proeminentes do K-POP

Via Koreapost

O governo está trabalhando em um plano para permitir que celebridades da cultura pop que tenham contribuído para melhorar a imagem do país adiem o serviço militar obrigatório. O plano surgiu em meio a discussões sobre se os integrantes do grupo de K-pop BTS deveriam receber favores como isenção ou adiamento do serviço militar em reconhecimento à sua contribuição para a imagem nacional da Coreia do Sul.

No entanto, o assunto virou polêmica entre políticos e também cidadãos coreanos, assim como internacionalmente. Entre opiniões a favor e contra a isenção, ainda há aqueles que acreditam em uma alternativa entre os dois extremos. Noh Woong Rae, membro da Assembleia Nacional, se posicionou a favor da isenção. “Nem todo mundo precisa empunhar um rifle para servir ao seu próprio país”. Ele também enfatizou que o BTS continuar o que está fazendo é de melhor interesse do país.

Crédito: Pure Break.

Enquanto isso, o ministro da Defesa, Suh Wook, afirmou que uma isenção não está sendo considerada para o grupo, embora um adiamento possa ser uma opção. Em um relatório de auditoria parlamentar, o Military Manpower Administration disse que está pressionando para revisar a lei do serviço militar para permitir que os artistas da cultura popular atrasem seu alistamento se houver recomendação do ministro da cultura. Segundo argumentos, as celebridades do pop estariam em seu auge de atividades na carreira durante a faixa etária obrigatória para o alistamento. 

Até muito recentemente esta isenção era impensada. Até G-Dragon, do grupo BIGBANG, considerado uma personalidade de grande influência na Coreia, cumpriu seu periodo de serviço militar. Crédito: Korea Herald.

Pela lei, isenções ou adiamentos do serviço militar são concedidos a atletas, bailarinos e músicos clássicos premiados por seus papéis na elevação da reputação do país no exterior. Até hoje, nenhuma celebridade pop proeminente recebeu tais favores.

“A revisão visa reforçar a imagem nacional garantindo a cultura popular e as atividades artísticas”, afirmou a agência de recursos humanos no relatório. Enquanto discussões sobre a questão ainda ocorrem, os integrantes do BTS continuam a afirmar que irão cumprir com os deveres militares de seu país. Aqueles que forem isentos do serviço ativo, o que requer vida comunal e treinamento em bases militares, ainda são obrigados a cumprir cerca de quatro semanas de treinamento básico e 544 horas obrigatórias de serviço comunitário durante o mandato de 24 meses, enquanto continuam com sua vida diária.  

CEO da Big Hit Entertainment será o 14º acionista mais rico da Coreia

Via Koreapost

O CEO da Big Hit Entertainment, Bang Si-hyuk, a força criativa por trás dos astros do K-pop BTS, se tornará o 14º acionista mais rico da Coreia do Sul após a (IPO-Initial Public offer – oferta pública inicial, em português) de sua empresa em meados de outubro.

A empresa abriu inscrições para investidores de varejo na segunda e terça-feira a um preço de IPO de 135.000 wons (cerca de US$115 dólares). Bang Si-hyuk detém 12.377.337 ações, ou uma participação de 36,6% avaliada em cerca de 1,67 trilhão de wons com base no preço do IPO, na Big Hit Entertainment, de acordo com a agência e dados do setor financeiro.

Crédito: Variety.

O IPO, marcado para 15 de outubro, elevará imediatamente Bang ao posto de 14º acionista mais rico da Coreia do Sul. A Big Hit Entertainment foi considerada uma das três grandes negociações de IPO deste ano na Coreia do Sul, junto com a empresa biofarmacêutica blue chip SK Biopharmaceuticals e a gigante de jogos para celular Kakao Games.

Se a Big Hit fechar com o preço mais alto permitido em seu dia de estreia, a participação acionária da Bang subirá para 4,34 trilhões de wons, disseram analistas. Isso fará de Bang o 5º acionista mais rico da Coreia do Sul, a substituir o presidente do Hyundai Motor Group, Chung Mong-koo. O evento IPO também deve impulsionar os ativos de cada membro do BTS.

Crédito: Variety.

No início de agosto, o septeto recebeu um total de 478.695 ações, igualmente divididas em sete. O valor das ações de cada membro do BTS pode chegar a 24 bilhões de won no primeiro dia de listagem.

Com base no preço da oferta, a Big Hit Entertainment tem previsão de arrecadar 962,6 bilhões de won por meio do IPO planejado, com seu valor de mercado estimado em quase 4,8 trilhões de won. No ano passado, as vendas anuais da agência quase dobraram para 587,2 bilhões de wons, com um lucro operacional de 98,7 bilhões de wons.

BTS faz discurso emocionante em cerimônia do dia da juventude

Via Koreapost

Os integrantes do grupo de super estrelas globais BTS fizeram no último dia 19 um poderoso discurso motivacional para os jovens sul-coreanos, compartilhando histórias sinceras de suas lutas internas no caminho para tornarem-se um dos artistas musicais mais populares da história.

O discurso, feito em turnos por todos os sete integrantes do grupo, foi realizado na cerimônia inaugural do Dia da Juventude no país, no gabinete presidencial de Cheong Wa Dae. O BTS fez história no mês passado ao tornar-se o primeiro artista sul-coreano a alcançar o primeiro lugar na parada de singles da Billboard Hot 100 com “Dynamite”.

“Por volta de 2018, lembro-me de que todos os integrantes se sentiram perdidos depois de experimentar um sucesso esmagador e imerecido. Mesmo que nosso caminho seja sempre repleto de flores e frutas, não podemos ter certeza se será assim para sempre”, disse o líder do BTS, RM, explicando os altos e baixos da carreira do grupo ao longo dos anos.

Apesar de estar no topo, RM disse estar bem ciente de que as coisas sempre podem “piorar novamente quando a próxima tempestade vier”. O cantor-rapper enfatizou como os integrantes do BTS se voltavam uns para os outros em tempos de incertezas – mesmo quando as coisas pareciam estar funcionando bem do lado de fora.

Crédito: The Korean Herald.

“No final dessa incerteza e depressão, nós sete começamos a nos encher de sonhos e confiança, como se fôssemos meninos de novo.” “E então veio agosto de 2020. Alcançamos o primeiro lugar na parada da Billboard. Depois, outro primeiro. Esses foram os elogios que recebemos quando nos levantamos. Todos choramos lágrimas de agradecimento.”

RM agradeceu aos companheiros de grupo e também falou aos fãs que, segundo o cantor, seguraram o grupo “diante do desespero e da rendição”. Os integrantes também compartilharam algumas emoções que experimentaram durante o início de suas carreiras, destacando como, apesar do grupo desfrutar do estrelato global, eles vieram de um começo bastante conturbado e humilde.

“Partimos com nada além da música como nosso sonho, mas não sabíamos para onde estávamos indo, se estávamos subindo ou descendo, ou quando fazíamos uma pausa após ficarmos cansados, se na esquina havia um paraíso ou uma armadilha. Foi assim que começamos “, disse J-Hope.

J-Hope também explicou a carga emocional que o grupo experimentou depois de estourar. “Mas assim que fomos inundados com amor e atenção além de nossas expectativas, nossas sombras se tornaram mais longas e pesadas.” O cantor disse que os integrantes começaram a se perguntar: “Quem somos nós? Que amor é esse que estamos recebendo?”

Suga também falou sobre como o grupo de azarões de antigamente continuou “às vezes imprudente e obstinado” em meio ao seu desejo de sucesso. “Não sabíamos o que fazer (nos primeiros tempos), mas continuávamos a dizer-nos com algum desespero que isso também passaria, que estes (momentos difíceis) se tornariam boas recordações.”

Jimin também compartilhou um pouco da frustração que o BTS experimentou anteriormente, de como o grupo se sentiu “preso no lugar” por um longo tempo, apesar de trabalhar duro e correr sem parar. O cantor lembrou como palavras de encorajamento de pessoas próximas se tornaram um “farol” para o grupo perdido e sem rumo.

O Presidente Moon Jae-in também dicursou na ocasião. Crédito: The Korea Herald.

V explicou como os integrantes do BTS, como indivíduos, tentaram se libertar do “atoleiro emocional” que se seguiu ao sucesso global. “Ser honesto comigo mesmo. Sentir cada emoção e deixa-las sair”, V lembrou-se de dizer a si mesmo durante os momentos de dúvida e insegurança. “Se você está enfrentando dificuldades em sua vida ao se preparar para o futuro, espero que extraia alguma força de nossa história do ano de 2020”, disse RM.

O último discurso do gigante global do K-pop compartilhou um tema semelhante ao discurso que o grupo fez na 73ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York em setembro de 2018. O BTS também entregou uma mensagem semelhante em seu discurso de abertura durante a inauguração do evento online “Dear Class of 2020” organizado pelo YouTube em junho.

O governo designou o terceiro sábado de setembro de cada ano como Dia da Juventude, de acordo com uma lei para Jovens Adultos promulgada no mês passado. Durante o evento, o BTS presenteou o presidente Moon Jae-in com uma caixa de cor roxa como um “Presente para o ano de 2039” que será armazenada no Museu Nacional de História Contemporânea da Coreia em Seul, como uma cápsula do tempo. A caixa será aberta no evento da 20ª Jornada da Juventude em 2039.

Apesar da Covid-19, Big Hit Entertainment apresenta aumento de lucros

Via Koreapost

Big Hit Entertainment, empresa do gigante do K-pop, BTS, anunciou em 11/08 que a receita de vendas do primeiro semestre de 2020 atingiu um recorde de 298 bilhões de won ($244 milhões de dólares) devido à venda de álbuns e shows online. Na conferência semestral que foi transmitida no YouTube, a empresa também afirmou que o lucro operacional durante o período de janeiro a junho foi estimado em 49,7 bilhões de won.

Ainda segundo a Big Hit, os números foram sujeitos a uma examinação oficial antes da confirmação. O evento aconteceu cerca de uma semana após a aprovação preliminar da empresa pela Korea Exchange, operadora da bolsa de valores da Coreia do Sul.

Conferência semestral transmitida pelo YouTube. Crédito: Big Hit Entertainment.

Em relação ao ano anterior, estimativas de vendas e lucro operacional representaram aumentos de 46,9% e 27,1%, respectivamente. Apesar do cancelamento da turnê mundial do BTS e de outras atividades devido ao COVID-19, Big Hit afirmou que conseguiu atingir recorde de vendas de álbuns digitais e físicos, além do show online pago do BTS, realizado em junho.

Graças às aquisições das agências de K-pop Pledis e Source Music, dos 100 melhores álbuns do Gaon chart operado pela Associação de Conteúdo de Música da Coreia, cerca de 40% de todos os álbuns vendidos durante o período fazem parte da “Big Hit Labels”. Entre os artistas estão BTSSeventeen, NU’ESTGFriend e TXT. Na conferência também foi anunciado que o BTS realizará uma série de shows, intitulados “BTS Map Of The Soul ON:E”, por meio de eventos presenciais e transmitidos virtualmente em outubro.

Novo álbum do BTS bate recorde de vendas na história do K-POP

Via Koreapost

Map of the Soul: 7, o novo álbum da boy band BTS, vendeu mais de 4,11 milhões de cópias nos primeiros nove dias de seu lançamento no mês passado, tornando-se o álbum mais vendido na história pop coreana. Levou nove dias para o novo álbum quebrar o recorde anterior de vendas de quase 3,4 milhões estabelecido pelo próprio álbum do BTS, Map of the Soul: Persona, lançado em abril do ano passado.

Crédito: Yonhap.

As vendas totais do “7” nos primeiros nove dias alcançaram 4.114.843 cópias, de acordo com a Big Hit Entertainment. O novo número de vendas também substitui os recordes de maior venda mensal e anual em 3,23 milhões e 3,72 milhões, respectivamente, estabelecidos por “Persona”, marcando uma carreira alta para a banda nas vendas de álbuns, disse Big Hit.

O álbum “7” lidera a parada de álbuns da Billboard 200 a algumas semanas, fazendo com que a banda conquistasse seu quarto número 1 na parada de álbuns. Aproveitando os bons ventos, o canal a cabo coreano Mnet, voltado para o K-POP, lançou um vídeo de entrevista do BTS no YouTube, para marcar o 25º aniversário do canal de música.