Crédito: Bandwagon Asia.

Via Koreapost

Com o crescimento dos fãs de K-pop, as principais agências estão inaugurando espaços especialmente dedicados aos fãs. Isso é um marco, já que há pouco tempo atrás as empresas operavam, no máximo, lojas temporárias ou exposições de K-pop. Isso mostra que os fãs são uma peça chave para o crescimento dos negócios. Em maio desse ano, a Hybe Corporation, empresa por trás do BTS e Seventeen  inaugurou a Hybe Insight em sua sede, no centro de Seul.

O espaço de 4.700 m² de dois andares, no subsolo da Hybe é um “museu de música” para os fãs, de acordo com a empresa. O local foi decorado em um conceito futurista que permite que os fãs vejam os momentos dos bastidores e conheçam melhor seus artistas por meio de vídeos, e souvenires de turnês de shows.

Além de oferecer visitas guiadas para os visitantes, o espaço também tem um tour de áudio pré-gravado, apresentando alguns dos músicos da Hybe. “Hybe Insight é um museu onde visitantes podem saber sobre o que a Hybe, artistas e os fãs fizeram juntos”, disse a empresa na abertura do local. “Será um espaço especial para que artistas e fãs possam interagir por meio da música e expandir suas experiências musicais”.

Sede da hybe, onde foi inaugurado o hybe insight, um espaço dedicado aos fãs. Crédito: página do facebook do we believe in bts.

Uma semana antes, a YG Entertainment – uma das melhores empresas de k-pop, que gerencia o Blackpink e Treasure – também abriu um espaço para fãs próximo ao novo prédio da YG, no oeste de Seul. Chamada de “The SameE”, o prédio tem espaço para eventos e exposições, uma cafeteria e uma loja de souvenir para os visitantes. A YG disse que o nome veio da ideia de que artistas e fãs podem ficar simultaneamente no mesmo espaço, e o projeto foi baseado no conceito de que os fãs são os principais motivos de sucesso dos artistas.

Relembrando de como os fãs esperavam ansiosos para ver suas estrelas favoritas do lado de fora da sede da empresa, a YG disse, “Os fãs não precisam mais suportar o calor e o frio ao ar livre, agora eles podem desfrutar de várias atividades indoor“. A empresa disse que vai usar o local para lançar projetos para enfatizar que “os artistas existem graças aos fãs, e que eles são os principais motivos dos artistas estarem ali“.

Conceito futurista, onde os fãs podem sentir seus artistas próximos. Crédito: allkpop.

Esses espaços são os recentes esforços das empresas para se conectar com os fãs de K-pop em todo o mundo, pois eles se transformaram em uma força que alimenta a indústria multibilionária. Essas empresas de K-pop já implementaram comunidades virtuais para os fãs que querem interagir com os artistas e também com outros fãs. A Hybe administra a plataforma Weverse, que é uma comunidade online de fãs e oferece conteúdo exclusivo de seus artistas e também de artistas de outras agências, como a CLSunmi e Gracie Abrams.

Dados da indústria mostram que as vendas dessas atividades, no primeiro semestre de 2020, representaram 47,8% de toda a receita da Big Hit, antigo nome da Hybe, enquanto que em 2018, representavam 31,2%. Estimativas mostram que há mais de 100 milhões de fãs de K-pop em todo o mundo. Em setembro de 2020, o numero de membros de fã-clubes chegou a 104.770, considerando membros de 109 países e sem contar a Coreia do Sul, de acordo com a Korea Foundation, uma organização de diplomacia pública de Seul.


0 comentário

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *